terça-feira, 22 de setembro de 2009

Hoje!

A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. (...)

(...)
Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.

Cecília Meireles.

Um comentário:

  1. Em Curitiba acaba um inverno e começa outro.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar. Nem sempre responderei a seus comentários, o que não quer dizer que não os li. Se estão publicados, é porque os vi. Como não pretendo definir este blog como "com conteúdo adulto", a única censura, se houver, será para evitar excessos, em respeito às crianças -- de qualquer idade -- que eventualmente também lêem este blog.